Europa – O primeiro mochilão…

English version.

Foi em setembro de 2012. Quase não podia acreditar que o sonho daquela menininha da capital do Brasil se tornaria real!!! Viajar para o exterior – eu, minha mochila, minha Bíblia e a inseparável granola – para nada menos que a Europa!

Não era a primeira viagem internacional da minha vida. Mas considerando que as duas anteriores (EUA e Inglaterra) foram exclusivamente a trabalho, esta foi a primeira vez que realmente viajaria para outro país para conhecê-lo, sem agenda de gravação. Só Deus e eu. (Leia também as “Viagens e Sonhos” em Granolabar Artigos).

553904_165665223570950_435845815_nTudo começou em Brasília, na terrinha, com a família, afinal, tive que dar uma agenda completa sobre cada lugar e quando eu estaria lá para minha mãe! Depois de carregar as baterias da alma com a família, lá vou eu para pelo menos 20 dias por conta própria e sem saber falar Inglês além do “hi” e “where is the toilet?”. Parti para São Paulo e de lá tchau…

Primeira parada: Dublin, Irlanda. Lugar onde tive a companhia deDSCN0203 alguns amigos que viviam por lá, e que se dispuseram a serem meus guias turísticos pessoais. Na verdade, Dublin é um lugar cheio de brasileiros (como vários pelo mundo). Uma cidadezinha pequena e charmosa com os seus parques, e para aqueles que gostam de cerveja, essa é a principal atração da cidade. Há uma grande quantidade de bares, mas mesmo para os que, como eu, não bebem álcool, um passeio pelos bares ainda é válido e divertido (pessoas bêbadas são quase engraçadas). Além disso muitos bares também contam com pequenas apresentações de dança ou espetáculos musicais, e você pode beber água de graça, porque provavelmente você vai ser a única pessoa pedindo por água.

Meu tempo em Dublin foi curto, mas bom o suficiente por gastar apenas 4 euros em comida em dois dias! Sim, eu posso fazer um post sobre como comer barato e saudável em viagens. De Dublin, em um avião barato, eu cheguei na “Cidade Luz”, DSCN0379Paris. A cidade dos cafés, livrarias de rua, arte em todos os lugares, escadas, escadas e escadas …. glamour, da mesma forma que tudo parece tão hipster; e amor… e os amantes… e eu … sozinha! Sim, definitivamente, Paris é o destino favorito dos casais, por isso, se você está planejando ir para lá por conta própria, vá com bom humor para ver beijos em todos os lugares. Por isso decidi rir muito, ir a qualquer lugar e admirar tudo, inclusive os beijos em volta (mas anos mais tarde, eu tive uma experiência nova Paris…).DSCN0537

A noite em Paris é como se espera, cheia de luzes e atividades o suficiente para me fazer dormir super tarde e perder meu trem na manhã seguinte para Genebra. Depois de um tempo, muita negociação, e um ticket extra, peguei outro trem para Genebra, onde encontrei um padre francês que trabalhou por 10 anos no Brasil no período da ditadura, e sabia mais dessa parte da história do Brasil do que eu. Perdi dinheiro, mas ganhei uma boa conversa e conhecimento.

DSCN1381Em Genebra também pude encontrar outro amigo que me levou para um evento das Nações Unidas, onde o Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon e outras pessoas de todo o mundo, discutiam sobre algumas questões relacionadas com o Oriente Médio. Foi nessa época que comecei a perceber que não gostaria de continuar a viver em apenas um país. Afinal, há tanta coisa para fazer em muitos outros lugares do mundo! Por que não se arriscar?

Genebra foi definitivamente o lugar mais caro da minha viagem. Lugar de chuva, reflexões, muito interessante, e claro, mais parques para caminhar, igrejas para visitar, pessoas para tirar fotos e como cada cidade europeia, um belo rio ou lago no meio dela.

DSCN2243Com certeza Roma não poderia ficar fora da lista. Como eu amo esse lugar! Especialmente a língua, que me faz rir o tempo todo, e as pessoas! (sim, os homens italianos são bonitos, bem bonitos). Além de todos os incríveis lugares históricos, tive a sorte de chegar lá na Vogue Night Parade, com todos os modelos na rua, e grandes marcas em promoção. Definitivamente, Roma foi uma ótima experiência!

Último país, mas não última parada: Atenas. Foi só por um DSCN2412dia, mas tempo suficiente para pegar, de surpresa, um show ao lado da Acrópole com os melhores pares de bailarinos de todo o mundo. Depois de muitas caminhadas por tantos monumentos todos os dias, também ganhei de presente uma bolha gigante nos meus dedos mindinhos, para isso, nada melhor do que descansar na praia, e Santorini, uma das ilhas da Grécia, foi muito gentil comigo.

Entre todas as vistas espetaculares que cercavam a ilha, uma imagem ainda está na minha mente: Um casal com mais de 60 anos, suas mochilas, de mãos dadas e olhando para o mar. DSCN2741Então eu orei. Orei no topo da Torre Eiffel, e eu orava no meio do oceano grego, uma oração de amor. O pôr do sol na ilha é indescritível, o sol beija o oceano que reflete todas as cores do mar e sol nas casas brancas na colina, e lá fechei minha viagem. A primeira de muitas outras que viriam.

Em suma, desculpe-me pelo o longo texto, mas obrigada a Deus por realizar o meu sonho. E, porque sem que eu imaginasse, ter muito mais do que eu sonhava para dar a mim…

(Veja as fotos dessa viagem em Granolabar Fotos)

Por Allana Ferreira.

 

DSCN2558

 

Advertisements

2 thoughts on “Europa – O primeiro mochilão…

  1. Allana, tu devia mudar teu nome pra Dora, pq tu deve ser a pessoa mais aventureira que eu conheço hehe. Algum dia pretendo conhecer esses lugares, muito legal mesmo.

    Obs.: só acho que não havia necessidade de falar da beleza dos homens italianos, ass. teu irmão mais novo.

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s